Melancolia

0
Fonte da imagem: http://www.edgar-degas.net/melancholy.jsp

Fonte da imagem: http://www.edgar-degas.net/melancholy.jsp

Nesta pequena imagem, a bela composição é equilibrada com uma profunda introspecção.

Sempre atento a novos efeitos de iluminação, Degas observou os aspectos inesperados da luz do fogo de uma lareira se refletindo sobre o rosto da modelo.

Ele capturou estas reflexões sutis contrastando-as com a luz natural que inunda o fundo da tela.

A expressão da modelo, ao mesmo tempo inquietante e contida, é ousadamente  enfatizada pela linha do sofá, enquanto a harmonia de marrons e vermelhos ajuda a fixar a atenção nos traços intensos do rosto. Nada interfere nesta unidade de efeito; e é típico do trabalho de Degas que a lareira seja apenas sugerida.

Ao contrário da contenção clássica de sua obra – preferia uma calma formal e evitava retratar momentos de desespero ou estresse –  aqui ele mostra os sinais superficiais de uma profunda vida interior.

Esta modelo desconhecida, olhando para o fogo, olha para si mesma; o rosto é sutilmente carregado pelas marcas de sua introspecção. É interessante notar que o título um tanto literário, “Melancolia”, não foi escolha de Degas.

Anteriormente, o quadro tinha sido chamado simplesmente “ Jovem Sentada em um Sofá”.

Fonte: http://www.edgar-degas.net/melancholy.jsp

Tradução: Patrícia Rati

 

 

Compartilhar.