Espaço Cultural

Poesia de Natal
Cora Coralina (poetisa e contista brasileira)

Enfeite a árvore de sua vida
com guirlandas de gratidão!
Coloque no coração laços de cetim rosa,
amarelo, azul, carmim,
Decore seu olhar com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante

Em sua lista de presentes
em cada caixinha embrulhe
um pedacinho de amor,
carinho,
ternura,
reconciliação,
perdão!

Tem presente de montão
no estoque do nosso coração
e não custa um tostão!
A hora é agora!
Enfeite seu interior!
Sejas diferente!
Sejas reluzente!

Sete anos de pastor Jacó servia
Luís de Camões (poeta português)

Sete anos de pastor Jacó servia
Labão, pai de Raquel, serrana bela;
Mas não servia ao pai, servia a ela,
Que ela só por prémio pretendia.

Os dias, na esperança de um só dia,
Passava, contentando-se com vê-la;
Porém o pai, usando de cautela,
Em lugar de Raquel lhe dava Lia.

Vendo o triste pastor que com enganos
Lhe fora assi negada a sua pastora,
Como se a não tivera merecida,

Começa de servir outros sete anos,
Dizendo: – Mais servira, se não fora
Pera tão longo amor tão curta a vida!

 

Canção do Tamoio
Antônio Gonçalves Dias (poeta, advogado, jornalista, etnógrafo e
teatrólogo brasileiro)

I
Não chores, meu filho;
Não chores, que a vida
É luta renhida:
Viver é lutar.
A vida é combate,
Que os fracos abate,
Que os fortes, os bravos
Só pode exaltar.

II
Um dia vivemos!
O homem que é forte
Não teme da morte;
Só teme fugir;
No arco que entesa
Tem certa uma presa,
Quer seja tapuia,
Condor ou tapir.

III
O forte, o cobarde
Seus feitos inveja
De o ver na peleja
Garboso e feroz;
E os tímidos velhos
Nos graves conselhos,
Curvadas as frontes,
Escutam-lhe a voz!

IV
Domina, se vive;
Se morre, descansa
Dos seus na lembrança,
Na voz do porvir.
Não cures da vida!
Sê bravo, sê forte!
Não fujas da morte,
Que a morte há de vir!

V
E pois que és meu filho,
Meus brios reveste;
Tamoio nasceste,
Valente serás.
Sê duro guerreiro,
Robusto, fragueiro,
Brasão dos tamoios
Na guerra e na paz.

VI
Teu grito de guerra
Retumbe aos ouvidos
D’imigos transidos
Por vil comoção;
E tremam d’ouvi-lo
Pior que o sibilo
Das setas ligeiras,
Pior que o trovão.

VII
E a mãe nessas tabas,
Querendo calados
Os filhos criados
Na lei do terror;
Teu nome lhes diga,
Que a gente inimiga
Talvez não escute
Sem pranto, sem dor!

VIII
Porém se a fortuna,
Traindo teus passos,
Te arroja nos laços
Do inimigo falaz!
Na última hora
Teus feitos memora,
Tranquilo nos gestos,
Impávido, audaz.

IX
E cai como o tronco
Do raio tocado,
Partido, rojado
Por larga extensão;
Assim morre o forte!
No passo da morte
Triunfa, conquista
Mais alto brasão.

X
As armas ensaia,
Penetra na vida:
Pesada ou querida,
Viver é lutar.
Se o duro combate
Os fracos abate,
Aos fortes, aos bravos,
Só pode exaltar.

“O senso comum nada mais é do que um depósito de preconceitos que se assentam na
mente antes de você alcançar 18 anos”. (Albert Einstein – físico teórico alemão)

O Cântico da Terra
Cora Coralina (poetisa e contista brasileira)

Eu sou a terra, eu sou a vida.
Do meu barro primeiro veio o homem.
De mim veio a mulher e veio o amor.
Veio a árvore, veio a fonte.
Vem o fruto e vem a flor.

Eu sou a fonte original de toda vida.
Sou o chão que se prende à tua casa.
Sou a telha da coberta de teu lar.
A mina constante de teu poço.
Sou a espiga generosa de teu gado
e certeza tranqüila ao teu esforço.
Sou a razão de tua vida.
De mim vieste pela mão do Criador,
e a mim tu voltarás no fim da lida.
Só em mim acharás descanso e Paz.

Eu sou a grande Mãe Universal.
Tua filha, tua noiva e desposada.
A mulher e o ventre que fecundas.
Sou a gleba, a gestação, eu sou o amor.

A ti, ó lavrador, tudo quanto é meu.
Teu arado, tua foice, teu machado.
O berço pequenino de teu filho.
O algodão de tua veste
e o pão de tua casa.

E um dia bem distante
a mim tu voltarás.
E no canteiro materno de meu seio
tranqüilo dormirás.

Plantemos a roça.
Lavremos a gleba.
Cuidemos do ninho,
do gado e da tulha.
Fartura teremos
e donos de sítio
felizes seremos.

O pássaro cativo
Olavo Bilac (poeta, contista, cronista e jornalista brasileiro)

Armas, num galho de árvore, o alçapão
E, em breve, uma avezinha descuidada,
Batendo as asas cai na escravidão.
Dás-lhe então, por esplêndida morada,
Gaiola dourada;

Dás-lhe alpiste, e água fresca, e ovos e tudo.
Por que é que, tendo tudo, há de ficar
O passarinho mudo,
Arrepiado e triste sem cantar?
É que, criança, os pássaros não falam.

Só gorjeando a sua dor exalam,
Sem que os homens os possam entender;
Se os pássaros falassem,
Talvez os teus ouvidos escutassem
Este cativo pássaro dizer:

“Não quero o teu alpiste!
Gosto mais do alimento que procuro
Na mata livre em que voar me viste;
Tenho água fresca num recanto escuro

Da selva em que nasci;
Da mata entre os verdores,
Tenho frutos e flores
Sem precisar de ti!

Não quero a tua esplêndida gaiola!
Pois nenhuma riqueza me consola,
De haver perdido aquilo que perdi…
Prefiro o ninho humilde construído

De folhas secas, plácido, escondido.
Solta-me ao vento e ao sol!
Com que direito à escravidão me obrigas?
Quero saudar as pombas do arrebol!
Quero, ao cair da tarde,
Entoar minhas tristíssimas cantigas!
Por que me prendes? Solta-me, covarde!
Deus me deu por gaiola a imensidade!
Não me roubes a minha liberdade…
Quero voar! Voar!

Estas cousas o pássaro diria,
Se pudesse falar,
E a tua alma, criança, tremeria,
Vendo tanta aflição,
E a tua mão tremendo lhe abriria
A porta da prisão…

Amor é fogo que arde sem se ver
Luís de Camões (poeta português)

Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Tanta Tinta
Cecília Meireles (jornalista e poetisa brasileira)

Ah! Menina tonta.
Toda suja de tinta
mal o sol desponta!
(sentou-se na ponte,
muito desatenta…
e agora se espanta:
quem é que a ponte pinta
com tanta tinta?…)
A ponte aponta
e se desaponta.
A tontinha tenta
limpar a tinta,
ponto por ponto
e pinta por pinta…
Ah! A menina tonta!
Não viu a tinta na ponte.

Leilão de Jardim
Cecília Meireles (jornalista e poetisa brasileira)

“Quem me compra um jardim com flores?
Borboletas de muitas cores,
lavadeiras e passarinhos,
ovos verdes e azuis
nos ninhos?

Quem me compra este caracol?
Quem me compra um raio de sol?
Um lagarto entre o muro e a hera,
uma estátua da Primavera?

Quem me compra este formigueiro?
E este sapo, que é jardineiro?
E a cigarra e a sua canção?
E o grilinho dentro do chão?

(Este é o meu leilão!)”

Como é por dentro outra pessoa?
Fernando Pessoa (poeta português)

“Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.”

Coisinha Simples
Lúcio Mendonça de Azevedo (advogado, escritor e jornalista uberabense)

“Se eu fosse construtor,
Eu faria, para nós,
Uma casinha
Daquelas que têm umas
Janelas pequeninas
Que cabem só dois…
Em redor, eu faria um
Jardinzinho
Para você nunca ficar longe
De mim.
Se eu fosse construtor,
Eu faria, para nós,
Uma casinha assim…
Bem pequenininha…
Mas, mesmo assim, grande
Para nós dois.
Mas o diabo é que eu não
Entendo nada
De construção.”

“Às vezes nos sentimos num baile sem música, onde os dançarinos parecem apenas loucos.” (Madame de Stael – romancista e ensaísta francesa )

“O conhecimento nos possibilita entender quase tudo, exceto como viver uma vida.” (Kierkegaard – filósofo dinamarquês)

“O amor é um fogo que ninguém consegue ocultar na alma; quem o sente o revela na voz, nos olhos e no silêncio.” (Jean Racine – poeta, dramaturgo e historiador francês)

“O avarento experimenta, simultaneamente, todas as preocupações do rico … e todas as torturas do pobre.” (Albert Guinon – dramaturgo francês)

“Todos os jardineiros vivem num belo lugar, porque assim eles o fizeram.” (Joseph Joubert –
ensaísta francês)

“Não tenho mais tempo algum. Ser feliz me consome.” (Adélia Prado – poetisa e contista brasileira).

“É profundamente desumano não admitir a realidade.” (Mário de Andrade – poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“O tédio é uma invenção dos preguiçosos.” (Ugo Ojetti – escritor e jornalista italiano)

“Da preguiça pode nascer a criatividade. É quando a sua mente fica quieta, porém pronta para abrir suas asas.” (Marianne Larmén – jornalista sueca)

“A cultura é aquilo que permanece no homem quando ele já esqueceu todo o resto.” (Édouard Herriot – político francês)

“Não quero ter razão. Eu quero ser feliz”. (Ferreira Gullar – escritor brasileiro)

“O homem que diz tudo que pensa, dificilmente passa na rua sem ser chamado de inimigo.” (Edward Wood – político britânico)

“No início, não havia estradas. Mas depois que alguém faz um caminho, a passagem está aberta.” (Lu Xun – escritor chinês)

“Nós todos vivemos sob o mesmo céu, mas nem todos têm o mesmo horizonte.” (Konrad Adenauer – político alemão)

“A descoberta consiste em ver o que todos viram e pensar no que ninguém pensou.” (Albert Szent-Györgyi – fisiologista húngaro)

“A verdadeira intimidade é sagrada. É da alma. E a alma é reservada.” (John O’Donohue – poeta irlandês)

“É mais fácil manter as unhas brilhantes do que limpas.” (Eugeni d’Ors – escritor e filósofo
espanhol)

“Amar sem esperança ainda é melhor do que não amar ninguém.” (Honoré de Balzac –
escritor francês)

“O absurdo da avareza está no fato de que o avarento vive pobre e morre rico.” (Vittorio Buttafava – jornalista e escritor italiano)

“Quem conhece os outros é sábio, quem conhece a si mesmo é iluminado.” (Lao-Tsé – filósofo chinês)

“As pessoas mudam, mas se esquecem de dizer umas às outras.” (Lillian Hellman – escritora norte-americana)

“A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de caráter. Quem é cruel com os animais, não pode ser um bom homem.” (Arthur Schopenhauer – filósofo alemão)

“Deixe que a idade e não o rancor forme as rugas do seu rosto.” (Thomas Brown – filósofo e poeta inglês)

“É menos importante estar certo do que ter a liberdade de estar errado.” (Jean Rostand – filósofo francês)

“A raiva é uma insanidade passageira.” (Horácio – filósofo da Roma Antiga)

“Uma sociedade se torna melhor, quando os cidadãos mais velhos plantam árvores em cujas sombras eles mesmos jamais se sentarão.” (Provérbio grego)

“Nenhuma pessoa é realmente ridícula. A não ser quando quer parecer ou ser aquilo que não é.” (Giacomo Leopardi – poeta italiano)

“O bom timoneiro continua a navegar mesmo com a vela rasgada.” (Sêneca – filósofo da Roma clássica)

“A maior parte dos males que ocorrem ao homem são provocados por ele próprio.” (Plínio, o Velho – naturalista romano)

“O essencial para a felicidade nesta vida é ter coisas para fazer, alguém para amar e algo para esperar.” (George Burlap – clérigo norte-americano)

“O futuro não é mais o que vai acontecer, mas sim o que vamos fazer.” (Henri Bergson – filósofo francês)

“Encontrar a felicidade em nós mesmos já é difícil, mas encontrá-la em outro lugar é impossível.” (Nicolas Chamfort – escritor francês)

“Eu sou uma parte de tudo aquilo que encontrei em meu caminho.” (Alfred Tennyson – poeta inglês)

“Aqueles que ficam felizes com o sofrimento do outro, geralmente não gostam nem de si mesmos.” (Wilhelm Busch – escritor alemão)

Mãe … São três letras apenas
(Mario Quintana – poeta e jornalista brasileiro)

Mãe … São três letras apenas
As desse nome bendito,
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito.
Para louvar nossa mãe,
Todo bem que se disse
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer.
Palavra tão pequenina
Bem sabem os lábios meus,
Que és do tamanho do céu
E apenas menor que Deus!

“Nem todas as verdades são para todos os ouvidos.” (Humberto Eco – escritor italiano)

“Erro é não crer em ninguém, o perigoso é crer em todo mundo.” (Fernando de Rojas – dramaturgo espanhol)

“Passamos parte da vida sempre a repetir que ainda é muito cedo, e outra parte dizendo que é tarde demais.” (Gustave Flaubert – escritor francês)

“A razão pela qual temos duas orelhas e apenas uma boca é que devemos ouvir mais, falar menos.” ( Zenão de Cítio – filósofo grego)

“Não há nada que não possa ser piorado pelas más línguas.” (Terêncio – dramaturgo e poeta romano)

“Aprendi com as primaveras a me deixar cortar para poder voltar inteira.” (Cecília Meireles – jornalista e poetisa brasileira)

“Por que será que a gente vive chorando os amigos mortos e não aguenta os que continuam vivos?” (Mário Quintana – poeta, tradutor e jornalista brasileiro)

“De uma pequena fonte, pode brotar uma verdadeira inundação.” (William Shakespeare – dramaturgo inglês)

“Eu posso prever o movimento dos corpos celestes, mas não a loucura dos homens.” (Isaac Newton – físico e matemático inglês)

“O homem é um lobo do homem.” (Plauto – dramaturgo romano)

“Por que ter medo da morte? Enquanto somos, a morte não existe e, quando ela passa
a existir, nós deixamos de ser.” (Epicuro – filósofo grego do período helenístico)

“Não há coisa tão fácil que não pareça dificílima, quando feita de má vontade.”
(Terêncio – dramaturgo e poeta romano)

“O relógio não existe nas horas felizes.” (Ramón de la Serna – jornalista espanhol)

“Não desperdice lágrimas novas sobre dores antigas.” (Eurípedes – poeta trágico grego)

“Se vi mais longe, foi por estar sobre ombros de gigantes.” (Isaac Newton – astrônomo, alquimista, filósofo natural, teólogo e cientista inglês)

“Não importa o quão ruim a vida possa ser, há sempre algo que se possa fazer e ter sucesso.” ( Stephen Hawking físico teórico, cientista e cosmólogo britânico)

“O passado é lição para se meditar, não para se reproduzir.” (Mário de Andrade – poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“O homem é um animal racional. É o que dizem. Por toda a minha vida busquei provas desta afirmação, mas até agora não tive a sorte de encontrar.” (Bertrand Russell – filósofo britânico)

“Não dê ao dinheiro nem mais nem menos valor do que ele tem. Porque o dinheiro é um excelente empregado, mas é um péssimo patrão.” (Alexandre Dumas, filho – escritor francês)

“Aquele que vive arrependido do que fez… é duas vezes infeliz.” (Spinoza – filósofo holandês)

“Ao tribunal da nossa consciência só convocamos testemunhas de defesa. ” (François Mauriac – escritor francês)

“Dor e sofrimento acompanham sempre uma inteligência elevada e um coração profundo. Os homens verdadeiramente grandes devem, me parece, experimentar uma grande tristeza.” (Fiódor Dostoiévski – escritor e filósofo russo)

“É o escândalo público que ofende. Pecar em segredo não é pecado.” (Molière – dramaturgo francês)

“De vez em quando é bom fazer uma pausa na busca da felicidade e ser feliz.” (Guillaume Apollinaire – escritor francês)

“Numa velha receita de doce há uma vida, uma constância, uma capacidade de vir vencendo o tempo.”(Gilberto Freire – sociólogo brasileiro)

“Se podes olhar, vê. E se podes ver, repara.” (José Saramago – escritor português)

“Nem o rei comeria se o agricultor não cultivasse.” (Lope de Vega – poeta e dramaturgo espanhol)

“A pátria é o idioma. Só no idioma pátrio a gente pode pensar bem e dizer besteira.” (Monteiro Lobato – escritor brasileiro)

“Honestidade deveria ser a primeira lição do livro da sabedoria.” (Thomas Jefferson – 3º presidente americano)

“Será para sempre escravo da ganância aquele que não consegue se contentar com pouco.” (Horácio – poeta e filósofo romano)

“Mesmo que seja meu aluno, aquele que identifica os meus erros é também meu mestre.” (Goethe – escritor alemão)

“Nos meus momentos de grande entusiasmo, parece que ninguém no mundo já fez algo tão belo e importante.” ( Escher – artista gráfico holandês)

“Fale mesmo se sua voz tremer.” (Ammy ‘Dolly’ Everett – garota propaganda australiana)

“É a vontade que faz o homem grande ou pequeno.” (Friedrich von Schiller – poeta, filósofo, médico e historiador alemão)

“Somos na realidade os primitivos de uma nova era.” (Mário de Andrade – poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“Não há melhor maneira de vingar-se de uma injúria do que esquecer-se dela.” (Juan Luis Vives – humanista espanhol)

“É uma insensatez pedir aos deuses aquilo que se pode conseguir sozinho.” (Epicuro – filósofo grego)

“Onde quer que você esteja, este é o ponto de partida.” (Kabir – poeta indiano)

“Ao nascer, acordou estrelas, reis, anjos e pastores.
Foi o primeiro Natal.
Depois, deu de presente a sua própria vida.
Nunca mais o Amor deu prova maior de eternidade.
Nunca mais.
Mas deixou a semente da paz, esperança e fraternidade.
Neste e em todos os natais da nossa vida.”
(Autor desconhecido)

“Não devemos servir de exemplo a ninguém. Mas podemos servir de lição.” (Mário de
Andrade – poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“Fazer dieta consiste em comer com a imaginação.” (Sofocleto – humorista peruano)

“Minhas reivindicações? A liberdade. Uso dela, não abuso.” (Mário de Andrade –
poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“Ciúme é querer manter o que se tem; cobiça é querer o que não se tem; inveja é
querer que o outro não tenha.” (Zuenir Ventura – escritor mineiro)

Sobre seu QI: “Eu não tenho a menor ideia. As pessoas que se gabam de seus QIs são umas perdedoras.” (Stephen Hawking – físico britânico)

“A natureza nos mostra apenas o rabo do leão. Mas não tenho dúvidas em minha mente que o leão está junto com o rabo, mesmo se ele não se revelar de início”. (Albert Einstein – físico teórico alemão)

“O som mais doce de todos é o elogio sincero.” (Xenofonte – soldado grego, historiador, discípulo de Sócrates)

“Eu vou a qualquer lugar, desde que seja em frente.” (David Livingstone – missionário escocês)

“O futuro não é mais o que vai acontecer, mas sim o que vamos fazer.” (Henri Bergson – filósofo francês)

“Com uniforme, covardes se passam por guerreiros.” (George Granville – poeta e dramaturgo inglês)

“É um grande privilégio ter vivido um dia difícil.” (Indira Gandhi – estadista indiana)

“É sempre a hora certa de fazer o que é certo.” (Martin Luther King Jr. – ativista norte-americano)

“O homem passa por apenas três grandes eventos: nascer, viver e morrer. Mas ele não sabe que nasceu, ele sofre com a ideia de morrer e ele se esquece de viver.” (Jean de La Bruyère – pensador francês)

“Um humorista não cria piadas, ele as descobre.” (Ephraim Kishon – escritor, roteirista, dramaturgo e diretor de cinema húngaro-israelense)

“Eu já reparei que até as pessoas que dizem que tudo é predeterminado e que não podemos fazer nada para mudar isso, olham antes de atravessar a rua.” (Stephen Hawking – físico britânico )

“O mundo está cheio de gente honesta, que por toda parte só vê gente desonesta.” (Jacques Chardonne – escritor francês)

“Quem carrega a infância dentro de si, nunca envelhece.” (Abraham Sutzkever – poeta bielorrusso)

“O relógio não existe nas horas felizes. ” (Ramón de la Serna – jornalista e escritor espanhol)

“Não se meta no mar quem tem medo do vento.” ( Pietro Metastasio – poeta e escritor italiano)

“Metade do mundo não consegue entender os prazeres da outra metade.” (Jane Austen – escritora inglesa)

“O que é proibido parece ser nosso objetivo maior. E as coisas que nos são negadas costumam ser as mais desejadas.” (Ovídio – poeta romano)

“O sol entra mesmo pelas menores janelas.” (Frederik van Eeden – escritor holandês)

“Egoísta é a pessoa sem qualquer consideração pelo egoísmo dos outros.” (Ambrose Bierce – escritor norte-americano)

“O que sabemos sobre nós mesmos é apenas uma pequena parte do que somos.” (Luigi Pirandello – dramaturgo italiano)

“Nada de grande no mundo foi realizado sem paixão.” (Friedrich Hegel – filósofo alemão)

“Erro é não crer em ninguém, o perigoso é crer em todo mundo.” (Fernando de Rojas – dramaturgo espanhol)

“A verdade é doce e amarga. Quando é doce perdoa, quando é amarga cura.” (Santo Agostinho – teólogo cristão)

“O tempo é lento demais para os que esperam, veloz demais para os que temem, longo demais para os que estão tristes, curto demais para os que os que se alegram. Mas para aqueles que amam, o tempo não existe.” (Henry van Dyke – escritor norte-americano)

“Sete mil anos que sejam, ainda assim, é um dia de cada vez.” (Terry Pratchett – escritor inglês)

“Quando o amor ao dinheiro e ao sucesso estiver nos deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu.” (Érico Veríssimo – escritor brasileiro)

“Saber ouvir é quase o mesmo que responder.” (Pierre de Marivaux – jornalista, dramaturgo e romancista francês)

“Aqueles que ficam felizes com o sofrimento do outro, geralmente não gostam nem de si mesmos.” (Wilhelm Busch – poeta, pintor e caricaturista alemão)

“O essencial faz a vida valer a pena.” (Mário de Andrade – poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“Em uma época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário.” (George Orwell – escritor, jornalista e ensaísta político inglês)

“De nada vale possuir uma coisa sem desfrutá-la.” ( Esopo – fabulista grego)

“Você não pode ajudar todo mundo. Isso é o que dizem aqueles que não ajudam ninguém.” (Marie von Ebner – escritora austríaca)

“Pequenas oportunidades são muitas vezes o começo de grandes empreendimentos.” (Demóstenes – orador grego)

“A vida já é bastante curta, que ela não seja também pequena.” (Benjamin Disraeli – político britânico)

“A luz se foi e agora nada mais resta a não ser esperar por um novo sol, um novo dia nascido do mistério do tempo e do amor do homem pela luz.” (Gore Vidal – escritor norte-americano)

“Totus mundus agit histrionem (O mundo inteiro faz teatro).” – (Petrônio – escritor romano)

“A felicidade é tão oposta à vida, que estando nela a gente se esquece que vive.” (Mário de
Andrade – poeta, escritor e crítico literário brasileiro)

“A armadilha do ódio é que ele nos prende muito intimamente ao adversário”. (Milan Kundera – escritor tcheco)

“Quem escuta tuas lástimas, está perto de perdoar.”(Lope de Vega – dramaturgo e poeta espanhol)

“Milhões de pessoas anseiam pela imortalidade, mas não sabem o que fazer numa tarde chuvosa de domingo.” (Susan Ertz – escritora inglesa)

“Nada seca mais rapidamente que uma lágrima.” (Apolônio de Rodes – poeta da Grécia antiga)

“Para evitar críticas, não diga nada, não faça nada, não seja nada.” (Elbert Hubbard – filósofo norte-americano)

“Mantenha o seu rosto à luz do sol e você não verá a sombra.” (Helen Keller – escritora e conferencista norte-americana)

“Viver é tão surpreendente que deixa pouco tempo para outras ocupações.” (Emily Dickinson – poetisa americana)

“Em duas palavras, eu posso resumir tudo que aprendi na vida: ela continua.” (Robert Frost – poeta norte-americano)

“Se um copo não está limpo, tudo o que é derramado nele torna-se azedo.” (Horácio – poeta e filósofo da Roma Antiga)

“Se sou mais que uma pedra ou uma planta? Não sei. Sou diferente. Não sei o que é mais ou menos. (Fernando Pessoa – poeta português)

“Na falta de confiança, está arruinada a comunicação entre os homens.” (Tito Livio – historiador romano)

“Um homem mau, quando finge ser santo, é ainda pior.” (Francis Bacon – político, filósofo, ensaísta inglês)

“Esqueça os tempos de aflição, mas nunca esqueça o que eles lhe ensinaram.” (Herbert Gasser – médico americano, prêmio Nobel 1944)

“O amor é um fogo que ninguém consegue ocultar na alma; quem o sente revela na voz, nos olhos e no silêncio.” (Jean Racine – poeta francês)

“Talento é acertar um alvo que ninguém acerta; genialidade é acertar um alvo que ninguém vê.” (Arthur Schopenhauer – filósofo alemao)

“Essas dores que sentimos são mensageiras. Ouça-as.” (Rumi – poeta, jurista e teólogo sufi persa)

“O homem realmente livre é o que recusa um convite para jantar, sem inventar um pretexto.” (Jules Renard – escritor francês)

“Uma vez amei, julguei que me amariam, mas não fui amado. Não fui amado pela única grande razão – porque não tinha que ser.” (Fernando Pessoa – poeta português)

“A maior glória não está em não cair nunca, mas em levantar-se sempre depois de uma queda.” (Confúcio – pensador e filósofo chinês)

“Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol. Ambos existem; cada um como é.” (Fernando Pessoa – poeta português)

“Ser mãe é andar chorando num sorriso! Ser mãe é ter um mundo e não ter nada! Ser mãe é padecer num paraíso!” (Coelho Neto – escritor brasileiro)

“Se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.” (Abraham Lincoln – presidente dos Estados Unidos 1861-1865)

“O encontro de duas personalidades é como o contato de duas substâncias químicas: se alguma reação ocorre, ambas sofrem uma transformação.” (Carl Gustav Jung – psiquiatra e psicoterapeuta suíço).

“Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seus semelhantes.” (Albert Schweitzer – filósofo e médico alemão – Nobel da Paz 1952)

“Não tenha medo: o nosso destino não pode ser tirado de nós. É uma dádiva.” (Dante Alighieri – poeta e escritor italiano)

“Desde que eu te amo, eu amo o mundo inteiro.” (Franz Kafka – escritor tcheco)

“As árvores são um extremo esforço da terra para falar com o céu.” (Tagore – escritor indiano)

“A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos”. (Norman Cousins – autor norte-americano)

“Crie problemas para si mesmo, mas não para os seus vizinhos.” (Rudyard Kipling – escritor britânico)

“É sempre a hora certa de fazer o que é certo.” (Martin Luther King Jr. – ativista norte-americano)

“Toda escolha tem seu reverso, ou seja uma renúncia. Por isso não há diferença entre o ato de escolher e o ato de renunciar.” (italo Calvino – escritor italiano)

“Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.” (Saint-Exupéry – escritor francês)

“O pessimista queixa-se do vento, o otimista espera que o vento mude e o realista ajusta as velas.” (William George Ward – teólogo inglês)

“Assim como não me preocupei em ter nascido, não me preocupo em morrer.” (Federico García Lorca – dramaturgo e poeta espanhol)

“Um homem honesto é a obra mais nobre de Deus.”(Alexander Pope – poeta britânico)

“As árvores têm uma vida secreta que só é revelada àqueles que nelas sobem.” (Reinaldo  Arenas – escritor cubano)

“Para chegar aos seus objetivos, o mau precisa apenas que os homens de bem assistam a tudo  sem nada fazer.” (John Stuart Mill – filósofo e economista britânico)

“A gente foge da solidão quando tem medo dos próprios pensamentos.” (Érico Veríssimo – escritor gaúcho)

“Nós todos vivemos sob o mesmo céu, mas nem todos têm o mesmo horizonte.” (Konrad Adenauer – político alemão)

“A arte tira da dor as mais nobres inspirações.” (Pietro Verri – filósofo italiano)

“Nos outros, eu sei, qualquer um sabe, o coração tem domicílio no peito. Comigo a anatomia ficou louca, sou todo coração e em todas as partes ele palpita.” (Maiakovski – poeta russo)

“Não devemos viver sempre descontentes, pois seria uma fraqueza. E nem eternamente  satisfeitos com tudo, porque aí seria uma loucura.” (Baltasar Gracián – escritor espanhol).

“Se é errado quando os outros fazem, é errado quando nós fazemos.” (Noam Chomsky – linguista, filósofo, cientista cognitivo).

“A descoberta consiste em ver o que todos viram e pensar o que ninguém pensou.” (Albert Szent-Györgyi – fisiologista húngaro)

“Não existe melhor cosmético do que a felicidade.” (Marguerite Gardiner – escritora irlandesa)

“Seres humanos foram dotados apenas de inteligência suficiente para ver com clareza o quanto inadequada é a inteligência quando confrontada com o que existe.” (Albert Einstein – físico teórico alemão)

“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar.” (Martin Luther King – ativista político americano)

“Às vezes, basta um favor que neguemos a alguém, para apagar a lembrança de todos os outros favores que já lhe fizemos.” (Plínio – político e orador da Roma antiga).

“Se você já construiu castelos no ar, isto não significa que foi trabalho desperdiçado. Eles estão onde devem estar. Agora, construa os alicerces.” (Henry Thoreau – filósofo americano).

“A verdadeira viagem de descoberta não consiste em procurar novas paisagens, mas em ter novos olhos.” (Marcel Proust – escritor francês)

“Muitos correm atrás da felicidade, como um sujeito à procura de seu chapéu, que está bem ali sobre sua cabeça.” (Richard Sharp – poeta britânico)

“Não levante a voz. Melhore os seus argumentos.” (Desmond Tutu – Prêmio Nobel da Paz, 1984)

“O que não é necessário, é caro. Mesmo por um tostão.” (Sêneca – intelectual da Roma antiga)

“A mente não é um recipiente a ser preenchido, mas um fogo a ser inflamado.” (Plutarco – filósofo grego)

“Teus descendentes colherão teus frutos.” (Virgílio, poeta romano)

“O que nós pensamos, ou o que sabemos, ou o que acreditamos, no final das contas tem pouca importância. A única consequência é o que fazemos.” (John Ruskin – escritor e crítico britânico)

“Ser valente é sempre mais fácil do que ser homem.” (Julio Cortázar – escritor argentino)

“Tão pouco espaço uma pessoa ocupa sobre a terra, porém é grande o vazio que ela deixa para trás e o mundo inteiro não pode preencher”. (Ingrid Arvidsson – escritora sueca)

“Quando todos pensam igual, ninguém está pensando direito.” (Walter Lippmann – escritor americano)

“Quando um homem se senta ao lado de uma mulher bonita por uma hora parece que passou um minuto. Mas se ele se sentar em cima de um fogão quente por um minuto parece que passou mais de uma hora. Isso é relatividade”. (Albert Einstein – físico alemão)

“As árvores solitárias, quando conseguem crescer, crescem fortes”. (Winston Churchill – estadista britânico)

“O que sou eu? – senão uma dentre infinitas outras possibilidades do que eu não fui.” (Emil Cioran – escritor romeno)

“O homem passa por apenas três grandes eventos: nascer, viver e morrer. Mas ele não sabe que nasceu, ele sofre com a ideia de morrer e ele se esquece de viver”. (Jean de la Bruyere – pensador francês)

 

Fontes Frases:
http://www.miguelfalabella.com.br/
http://oficinasculturais.org.br/
http://epocanegocios.globo.com/Inspiracao/Vida/noticia/2015/09/15-frases-de-stephen-
hawking-que-revelam-como-um-genio-pensa.html
http://epocanegocios.globo.com/Vida/noticia/2016/12/25-frases-de-albert-einstein-que-
ajudam-compreender-sua-mente-revolucionaria.html
http://noticias.universia.com.br/tempo-livre/noticia/2015/02/25/1120556/lembrancas-
icone-modernista-5-frases-memoraveis-mario-andrade.html
http://epocanegocios.globo.com/Inspiracao/Vida/noticia/2013/04/13-frases-de-winston-
churchill.html
http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,voto-logo-existo-imp-,915722
Fernando Pessoa, Obra Poética